O ex-primeiro-ministro José Sócrates acusou no domingo à noite, em declarações na RTP, a nova ministra das Finanças, Maria Luís Albuquerque, ter mentido na comissão de inquérito aos swaps. De acordo com José Sócrates, a ministra não só «não disse a verdade», como disse mesmo «falsidades».



Em causa estão as declarações de Maria Luís Albuquerque quando alegou que não tinha recebido informação do Governo anterior sobre estes contratos de alto risco, quando houve transição da pasta.

José Sócrates lembrou que o ex-ministro das Finanças, Fernando Teixeira dos Santos, e o ex-secretário de Estado do Tesouro e Finanças, Carlos Costa Pina, desmentiram já a ministra. Exibindo o documento com a informação relativa aos contratos swap que constava da pasta entregue à ministra na transição para o novo Governo, o ex-chefe do Governo diz que há prova «não apenas testemunhal mas também documental» de que Maria Luís Albuquerque mentiu.

O ex-primeiro-ministro diz que Maria Luís Albuquerque se colocou numa «posição insustentável», «vítima da campanha que ela própria criou» contra o Executivo anterior.

«Uma pessoa destas não entraria no meu Governo», disse Sócrates na RTP.