Os preços na produção industrial caíram em fevereiro, pelo sétimo mês consecutivo, registando uma quebra homóloga de 1,5%, tendo a taxa de variação mensal sido nula, indicou esta quarta-feira o Instituto Nacional de Estatística (INE).

O INE refere que a descida nos preços da produção industrial em fevereiro ficou 0,2 pontos percentuais abaixo da observada em janeiro (-1,3%).

Os grandes responsáveis pela descida do índice total foram os agrupamentos de Energia e de Bens Intermédios, com quedas homólogas de 2,1% e de 1,8% em fevereiro (-0,9% e -2% no mês anterior), respetivamente.

O índice da secção das Indústrias Transformadoras registou uma variação homóloga de -2,4% (-2,2% em janeiro), da qual resultou um contributo de -2,1 pontos percentuais para a variação do índice total.

Já em termos mensais, o Índice de Preços na Produção Industrial registou uma variação mensal nula, de 0,2% em igual período de 2013, resultado determinado "por andamentos contrários" dos índices dos agrupamentos de Bens Intermédios e de Bens de Consumo.

O agrupamento de Bens Intermédios passou de uma variação de -0,1% em janeiro para 0,2% em fevereiro, e o de Bens de Consumo, caiu 0,2 pontos percentuais para -0,3% em fevereiro, como sintetisa a Lusa.