Os portugueses são dos europeus mais pessimistas acerca da situação económica na Europa, só ultrapassados pelos cipriotas e os gregos, segundo um inquérito Eurobarómetro, divulgado esta sexta-feira.

A maioria dos portugueses (64%) diz-se «pessimista» quando questionado sobre o futuro da União Europeia, em contraciclo com a média da União Europeia (UE), que está maioritariamente (51%) otimista.

Só os cidadãos de Chipre (66%) e da Grécia (69%) se dizem menos confiantes no bom desempenho da UE, estando no outro extremo da tabela os dinamarqueses (75% de otimistas), irlandeses e malteses (67% de otimistas cada).

Questionados sobre a principal preocupação em termos nacionais, a grande maioria dos portugueses (77%) escolhe o desemprego (UE 49%), seguindo-se a situação económica com 39% de respondentes (UE 33%) e a inflação, com 22% (UE 20%).

Em Portugal foram questionadas 1.047 pessoas, entre 02 e 17 de novembro.