Cavaco defende OE e não anuncia fiscalização sucessiva