O resultado líquido do Banco Santander Totta cresceu 159,7% para 80,2 milhões de euros no primeiro semestre, um valor que compara com o lucro de 30,9 milhões de euros apurado no período homólogo de 2013.

«O banco atingiu já neste semestre cerca de 80% do resultado líquido de todo o ano anterior», salientou o presidente do Santander Totta, António Vieira Monteiro, na conferência de imprensa de apresentação das contas, em Lisboa.

O forte aumento do lucro durante os primeiros seis meses do ano «reflete o aumento das receitas, com especial destaque para o crescimento de 6,6% na margem financeira e a menor necessidade de constituição de provisões, com incremento da rendibilidade recorrente», assinalou o responsável.

A margem financeira totalizou 267,9 milhões de euros, mais 6,6% do que em igual período do ano passado, ao passo que o produto bancário e atividade de seguros cresceu 9,1% para 474,6 milhões de euros.

Quanto às imparidades e provisões líquidas, houve um recuo de 22% para 114,5 milhões de euros.

Vieira Monteiro realçou que o banco que lidera obteve mais-valias na carteira de dívida pública de 65,7 milhões, tendo sido feitas provisões de natureza voluntária no montante de 52 milhões de euros e uma amortização extraordinária de 13,7 milhões de euros.

Assim, estas mais-valias não foram contabilizadas no resultado líquido, que se fixou nos já referidos 80,2 milhões de euros.

Os rácios de capital foram reforçados neste primeiro semestre, com o rácio core tier 1 nos 14,7% e o tier 1 nos 16,5%.

«Os rácios de solvabilidade mantêm-se em níveis muito confortáveis, muito acima do valor de referência de 8% (no caso do core tier 1)», destacou o gestor.

O crédito bruto baixou de 27,8 mil milhões de euros em junho de 2013 para 26,8 mil milhões de euros no final dos primeiros seis meses deste ano.

O crédito concedido a empresas manteve-se estável, nos 9,7 mil milhões de euros, «num contexto de contração do mercado, e evidenciando um aumento significativo na quota de marcado», destacou Vieira Monteiro.

Já os depósitos recuaram 3,7% para 18,98 mil milhões de euros.

O rácio de crédito sobre depósitos ficou nos 127%.Já os custos operacionais subiram 3,4% para 247,5 milhões de euros.

O financiamento junto do Banco Central Europeu (BCE) caiu de 5,6 mil milhões de euros em junho de 2013 para 3,3 mil milhões de euros em junho último.

Na primeira metade do ano, o Santander Totta concretizou duas emissões de obrigações hipotecárias de mil milhões de euros (a três anos) e de 750 milhões de euros (a cinco anos).

O banco tem em carteira 3 mil milhões de euros de obrigações portuguesas e mil milhões de euros de obrigações espanholas.