A Letónia entrou, esta quarta-feira, no euro. Depois da Estónia, a Letónia torna-se o segundo Estado báltico, e o 18º da União Europeia, a adotar a moeda única.

Apenas um quinto da população da Letónia é a favor da adoção da moeda única. Entre os motivos da discordância está o receio de inflação com a passagem do lat para o euro.

Para a Letónia, ocupada durante décadas pela União Soviética, a adoção da moeda única foi o último passo para a integração europeia.