Notícia atulizada às 02h45

O Banco Espírito Santo passa a chamar-se Novo Banco já nesta segunda-feira, segundo anunciou Carlos Costa, governador do Banco de Portugal. Mas, numa rápida pesquisa online, verifica-se que já existe uma entidade bancária com este nome. Trata-se de um banco a operar em Cabo Verde, que tem o nome de Novo Banco, voltado para a ajuda social aos mais desfavorecidos, o microcrédito.

Em Portugal, a marca Novo Banco está registada em nome do Banco Comercial Português, desde 1989, segundo uma pesquisa rápida no site do Instituto Nacional da Propriedade Industrial. A marca não foi, no entanto, usada pelo BCP e deconhece-se ainda como vai o novo BES, com imagem pública entretanto divulgada online, gerir esta questão dos direitos da marca.

Já o Novo Banco cabo-verdiano nasceu em 2010, sob a forma de sociedade anónima, com o objetivo de realizar operações bancárias e a prestação acesso ao crédito a «setores da população com menor rendimento», lê-se no site do banco.

O Novo Banco tem ligações a Portugal, sendo seu acionista o Banco Português de Gestão (5% do capital), uma entidade com Carlos Monjardino na presidência do Conselho de Administração. São também acionistas do Novo Banco cabo-verdiano, que tem várias dependências, os Correios de Cabo Verde (25%), Imobiliária, Fundiária e Habitat (25%), Caixa Económica Cabo Verde (20%), Instituto Nacional de Previdencial Social (20%) e o Estado de Cabo Verde (5%).