O «Huffington Post» lançou esta terça-feira uma edição no Brasil, em português, tornando-se assim o primeiro país na América Latina a ter uma edição local deste site de notícias e comentários, e o nono fora dos Estados Unidos.

«Com mais de 100 milhões de internautas e mais de 50 milhões de smartphones, o Brasil é um dos países com mais ligações à Internet do mundo», salientou a fundadora do site que funciona nos EUA desde 2005, Arianna Huffington.

«Num país tão diversificado como o Brasil, o «Brasil Post» acolherá todas as vozes - políticos, líderes empresariais e académicos, estudantes, ativistas e artistas - e será uma plataforma onde todos os brasileiros poderão compartilhar as suas inquietações», acrescentou, no dia em que foi lançado o novo portal no país, que é o terceiro mercado mundial para o Facebook e o quinto para o Twitter.

A edição brasileira, em português, junta-se ao Reino Unido, Canadá, Espanha, França, Japão, Alemanha, Itália e Magrebe.

A notícia escolhida para abrir o portal foi uma entrevista ao presidente do Supremo Tribunal Eleitoral, na qual dava conta de uma diminuição dos poderes do Ministério Público na investigação de irregularidades eleitorais, mas ao princípio da tarde a manchete dava conta de um acidente que resultou em vários mortos na zona norte do Rio de Janeiro.