A greve dos controladores aéreos franceses obrigou na terça-feira ao cancelamento de 66 voos nos aeroportos de Lisboa, Faro e Porto, informou nesta terça-feira a empresa ANA-Aeroportos de Portugal.

Para quarta-feira, as diversas fontes aeroportuárias escusaram-se a fazer qualquer projeção quanto ao número de voos afetados pela greve em França.

«A situação parecia controlada, mas ao final do dia de terça-feira complicou-se drasticamente», disse à Lusa fonte de uma companhia aérea, acrescentando que se estavam «a acomodar passageiros nos hotéis».

Segundo a ANA, no aeroporto de Lisboa foram afetadas na terça-feira 18 chegadas e 20 partidas, num total de 38 voos.

Os voos cancelados abrangeram nove chegadas e 11 partidas da TAP, quatro chegadas e cinco partidas da Ryanair, duas chegadas e duas partidas da Vueling, e uma chegada e uma partida da francesa Aigle Azur.

No aeroporto de Faro foram cancelados 16 voos, seis chegadas e seis partidas da Ryanair, e duas chegadas e duas partidas da EasyJet.

No aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, foram cancelados 12 voos, três chegadas e quatro partidas da irlandesa Ryanair, e duas chegadas e três partidas da transportadora aérea nacional.

A ANA aconselha os passageiros que vão viajar na quarta-feira «que se informem junto das suas companhias ou agências de viagem sobre o estado do seu voo antes de se deslocarem para os aeroportos».

A greve dos controladores aéreos franceses está marcada até domingo.