O Governo e os parceiros sociais reúnem-se esta segunda-feira em sede de concertação social, no âmbito da 12ª avaliação do Programa de Assistência Económica e Financeira (PAEF) a Portugal.

O encontro desta manhã, que começará pelas 11:00, tem como ponto único a preparação, com a ministra de Estado e das Finanças, da décima segunda avaliação do PAEF pela troika.

O convite do executivo foi feito a 10 de abril, um dia depois de o primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, ter recebido em São Bento representantes das confederações patronais e sindicais, para discutir o período após a saída da troika de Portugal, em maio.

Os técnicos da missão da troika chegam a Lisboa na próxima terça-feira, 22 de abril, para a 12.ª avaliação ao programa de ajustamento, a última do período do resgate.

A 11.ª avaliação, cuja missão em Lisboa terminou em fevereiro, foi formalmente concluída na sexta-feira, dia em que o Fundo Monetário Internacional (FMI) informou, em comunicado, que aprovou o desembolso correspondente, de cerca de 851 milhões de euros.

Com o pagamento desta tranche, o valor total do empréstimo já concedido pelo FMI a Portugal ascende a cerca de 25,68 mil milhões de euros, de um total de 26,58 mil milhões que o Fundo tinha acordado para o país. A parte financeira remanescente é garantida por Bruxelas.

Também hoje, mas pelas 15.00, será a vez de o Governo apresentar no parlamento, na Comissão Eventual para Acompanhamento das Medidas do Programa de Assistência Financeira a Portugal, os resultados da 11ª avaliação da troika.

Pela mesma hora será ainda divulgada a documentação do FMI referente à 11ª avaliação.