A dívida pública na ótica de Maastricht baixou em maio pelo primeiro mês após cinco meses consecutivos em alta, para os 224.503 milhões de euros, segundo números do Banco de Portugal.

De acordo com o boletim estatístico do Banco de Portugal, divulgado esta segunda-feira, a dívida pública na ótica de Maastricht (a que conta para Bruxelas) diminuiu 0,6%, passando dos 225.911 milhões em abril para os 224.503 milhões de euros em maio.

A dívida pública nesta ótica estava a subir consecutivamente desde o início deste ano, tendo invertido a tendência pela primeira vez no mês de maio.

Destes 224.503 milhões de euros, 101.174 milhões dizem respeito a empréstimos (onde se incluem os do resgate financeiro internacional), que aumentaram ligeiramente em maio face a abril.

Para a evolução do stock da dívida em maio contribuiu sobretudo a dívida contraída na forma de títulos, atingindo os 111.240 milhões de euros em maio, menos 1.852 milhões de euros face a abril.

Já a dívida líquida de depósitos da administração pública subiu em maio, para os 202.409 milhões de euros, depois de em abril se ter fixado nos 202.297 milhões de euros, de acordo com o banco central, como noticia a Lusa.