A confiança dos investidores na zona euro piorou em julho, após dois meses a recuperar, devido à crise política portuguesa. De acordo com o grupo de investigação Sentix, o índice que mede o sentimento dos investidores na região do euro recuou para -12,6 em julho face aos -11,6 de junho, uma evolução que surpreendeu os analistas.

«O índice geral foi afetado pela crise do Governo português. Assistimos a algo similar em março, embora mais pronunciado, quando os investidores ficaram enervados com a incerteza em torno de Itália para formar Governo», disse o Sentix em comunicado, para depois acrescentar: esta deterioração da confiança é um sinal adicional de que acontecimentos internos nas mais pequenas economias do euro podem afetar a região no seu todo.

Hoje, o Eurogrupo reúne-se em Bruxelas, num encontro onde os ministros do euro deverão pedir explicações a Maria Luís Albuquerque, sobre a crise política que abalou Portugal na semana passada. Só no sábado, Passos Coelho anunciou um «acordo» entre PSD e CDS-PP, que irá garantir a «estabilidade governativa».

O Presidente da República, Cavaco Silva, - que hoje se reúne com os partidos - também terá uma palavra a dizer.