Armando Rodrigues Cabral Almeida é o novo presidente do conselho de administração da Portugal Telecom, informou a empresa, em comunicado publicado no site da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários, na noite de sexta-feira.

A alteração ocorreu na sequência da Assembleia-Geral realizada na sexta-feira e Armando Almeida substitui Zeinal Bava.

A nova administração é ainda integrada por Marco Schroeder, como vice-presidente, que substitui Luís Miguel da Fonseca Pacheco de Melo, que se demitira em julho, e Carlos António Alves Duarte, Manuel Francisco Rosa da Silva, Pedro Humberto Monteiro Durão Leitão, Nuno José Porteiro Cetra (que se mantêm) e ainda Eduardo Michalski e Flavio Nicolay Guimarães, que entram agora.

A operadora de telecomunicações Oi anunciou na passada quarta-feira que o presidente da empresa, Zeinal Bava, iria deixar de ser presidente da administração da Portugal Telecom, para se dedicar apenas à empresa brasileira, sendo substituído por Armando Almeida.

Zeinal Bava propôs sair da operação portuguesa para se dedicar à liderança da nova multinacional, fruto da fusão entre a PT e a Oi.

Na sequência do aumento de capital realizado pela Oi, os ativos da PT Portugal foram transferidos para a operadora brasileira, que ficou dona da empresa.

Zeinal Bava adiantou que propôs ainda o nome do gestor Armando Almeida para o substituir no cargo de presidente executivo da PT Portugal.

Este gestor, que foi vice-presidente executivo da Nokia Siemens Networks para as operações com clientes na Europa e África, tem «larga experiência na área tecnológica, em várias geografias, e grande capacidade de liderança de equipas», acrescentou na altura Zeinal Bava.

Com 53 anos, Armando Almeida é licenciado e doutorado em engenharia elétrica pela universidade de Witwatersrand, Joanesburgo, África do Sul, e tem um percurso profissional desenvolvido na área de tecnologia e telecomunicações em multinacionais como a Compaaq e HP.

Durante o período em que trabalhou na Nokia Siemens Networks chegou a viver na Finlândia, Estados Unidos da América e México.

Armando Almeida vive atualmente nos Estados Unidos, é casado, tem cinco filhos e é membro do Conselho da Diáspora Portuguesa.