Eis o comunicado das Finanças: