Lisboa e Porto ocupam o segundo e terceiro lugares da lista das dez cidades mais atrativas do sul da Europa para o investimento estrangeiro no estudo 'Cidades e Regiões Europeias do Futuro 2014/2015', publicado pelo Financial Times.

Além das duas cidades portuguesas e de Barcelona, esta cidade espanhola ficou na primeira posição, a lista inclui outras seis cidades espanholas e Skopje na Macedónia, que ficou na oitava posição.

Nos quarto, quinto e sexto lugares ficaram Bilbau, Valência e Madrid e nos nono e décimo as cidades de Sevilha e Málaga.

Outra classificação, que inclui as cidades de toda a Europa, com tamanho médio (de 200 mil a 750 mil habitantes), mais atrativas para os investidores estrangeiros é liderada por Edimburgo (Reino Unido), seguida por Lyon (França), Liverpool (Reino Unido) e Antuérpia (Bélgica).

O estudo 'Cidades e Regiões Europeias do Futuro 2014/2015', que se publica duas vezes por ano, foi divulgado na revista fDi (Foreign Direct Investment) do diário Financial Times.

Para a elaboração da lista, o jornal económico utilizou indicadores como a criação de novos espaços e infraestruturas, a melhor a manutenção da conexão da cidade, a promoção de um ambiente económico atrativo e a manutenção de uma alta qualidade de vida na cidade.

Também foram valorizados os incentivos para a implantação de novas empresas, a existência de uma população altamente qualificada e a promoção internacional da cidade.