É mais um sinal da crise: o investimento estrangeiro que sai de Portugal, atualmente, passou a ultrapassar o investimento que entra em território nacional. No segundo trimestre do ano, o saldo foi negativo em 1.400 milhões de dólares, algo que já não acontecia há 6 anos.

Desde pelo menos 1990 que Portugal é um País que consegue captar mais investimento estrangeiro do que aquele que perde. Em 2011, por exemplo, entraram no País mais de 11 mil milhões de dólares, quase 5% do PIB.