Guo Guangchang, presidente do grupo Fosun, proprietário das antigas seguradoras da Caixa Geral de Depósitos, é o mais rico investidor chinês, com uma fortuna de 4.500 milhões de dólares (3.750 milhões de euros), anunciou esta terça-feira a imprensa oficial, nota a Lusa.

Guo Guangchang, 48 anos, encabeça a Hurun Midas Rich List of China 2015, composta por 87 investidores chineses, 12 dos quais mulheres, com uma fortuna pessoal superior a 50 milhões de dólares (41,6 milhões de euros).

Um outro executivo do Fosun, Liang Xinjun, ocupa o 5.º lugar da lista, com 1.600 milhões de dólares (1.330 milhões de euros).

A Hurun Report Inc, uma unidade de investigação fundada em 1999 pelo contabilista britânico Rupert Hoogewerf, publica anualmente uma lista das personalidades mais ricas da China, mas esta - compilada pela primeira vez - diz apenas respeito aos empresários em que, pelo menos, 30% da riqueza provem de investimentos em títulos e ações.

O nome, «Midas», é inspirado no mitológico Rei Midas, que segundo as lendas gregas, transformava em ouro tudo aquilo em que tocava, dando origem à expressão «toque de Midas».

A média de idade entre os 87 investidores da lista é de 49 anos e o mais novo, com um fortuna estimada em 80 milhões de dólares (66,6 milhões de euros), tem 34.

Entre os primeiros dez, a média da riqueza é de 1.800 milhões de dólares (1.500 milhões de euros).

O grupo Fosun, considerado um dos mais lucrativos consórcios privados da China, com sede em Xangai, já investiu quase 1.500 milhões de euros em Portugal.

Além do grupo segurador Fidelidade, o Fosun comprou a Luz Saúde, que pertencia ao Grupo Espírito Santo, por 480 milhões de euros, e é apontado como um dos candidatos à compra do Novo Banco.