O ministro das Finanças da Grécia, Yanis Varoufakis, afirmou esta sexta-feira, em Madrid, que está confiante de que "rapidamente" se alcançará um acordo no seio da União Europeia para resolver a crise da dívida grega.

Varoufakis, que falava após uma reunião com o ministro da Economia espanhol, Luis de Guindos (que não falou à imprensa no final do encontro), disse que o encontro decorreu "em perfeita harmonia" e com "uma linguagem comum". Varoufakis sublinhou, aliás, que este também foi o tom das reuniões que manteve anteriormente, em Roma, Paris e em Bruxelas.

O ministro grego das Finanças tem afirmado nos últimos meses que os governos de Espanha e de Portugal têm sido os mais agressivos para com o novo governo grego, eleito no início do ano, que rejeita a troika e defende uma renegociação da dívida grega.