Uma fonte oficial do governo grego revelou à Reuters que não há acordo entre a Grécia e os parceiros europeus no Eurogrupo. A justificação é que Varoufakis não poderia aceitar a extensão do programa de resgate da troika.

O ministro das Finanças da Finlândia adiantou aos jornalistas do seu país em Bruxelas que não há propostas definitivas da Grécia. E que eventuais decisões ficarão para segunda-feira.
 

Já o ministro das Finanças do Luxemburgo adiantou que as negociações vão continuar nos próximos dias.

Já a CNBC avança que a Grécia chegou a um acordo de princípio com a união Europeia para continuar no programa de assistência financeira.

Também a Bloomberg avança que a Grécia e a zona euro estão mais perto de uma extensão do programa.

A Grécia e os restantes parceiros europeus estão a preparar uma declaração conjunta sobre uma estratégia para as finanças de Atenas, adianta a Reuters. Nesse comunicado constará a intenção de chegar a acordo na próxima segunda-feira, dia de nova reunião do Eurogrupo.

Nesta reunião extraordinária Yanis Varoufakis apresentou aos parceiros europeus um plano de quatro pontos para um novo acordo de financiamento ao país, escreve a Bloomberg.

O ministro das Finanças da Grécia quer um acordo que garanta a estabilidade e sustentabilidade financeira e a reestruturação da dívida.