As autoridades francesas emitiram mandados de captura para três ex-dirigentes do UBS que terão ajudado clientes a fugir ao Fisco, avança a «Bloomberg», que cita fonte próxima da investigação.

Os juízes Guillaume Daieff e Serge Tournaire emitiram os mandados de captura em janeiro, depois dos três banqueiros terem faltado à convocatória para interrogatório. Os nomes dos banqueiros não são conhecidos.

O UBS teve de pagar uma caução de 1,1 mil milhões de euros em setembro, para cobrir uma eventual multa criminal, um valor recorde no sistema criminal francês.

Os procuradores judiciais determinaram que o banco suíço terá ajudado a desviar 9,8 mil milhões de euros em impostos dos cofres do Estado.