«A Grécia tem uma necessidade urgente de dinheiro porque parece ter os cofres quase vazios, mas tem de dar algum passo antes de receber dinheiro. Não creio que isso aconteça este mês».



«Só damos dinheiro quando os gregos mostrarem que deram passos».




«Todos julgam que a Grécia deve continuar no caminho da recuperação. Isso não acontece só e não é fácil».



«Estamos dispostos a continuar a apoiar a Grécia para que esta siga na zona euro», mas «tem que haver os ajustamentos necessários para que o país seja financeiramente independente».