O ministro das Finanças alemão, Wolfgang Schäuble, afastou esta terça-feira a hipótese de um acordo entre os parceiros europeus e a Grécia na reunião do Eurogrupo, marcada para esta quarta-feira.
 
O responsável falava depois da cimeira do G20, em Istambul, dizendo que as notícias que antecipavam um acordo era falsas, segundo a Bloomberg.
 
Schäuble afastou a ideia de que os credores irão dar um adiamento de seis meses à Grécia e sublinhou que as duas partes ainda estão oficialmente muito distantes.

Também a porta-voz da Comissão Europeia Mina Andreeva disse esta terça-feira, em Bruxelas, que as «expectativas para que haja um acordo final amanhã [quarta-feira] ou na Cimeira europeia [de quinta-feira] são baixas».

Tinha sido a própria Bloomberg a dar conta que a Comissão Europeia estaria a preparar uma proposta para ser apresentada ao governo grego na quarta-feira e que passaria por uma extensão em seis meses do atual programa, que termina no final do mês.