O presidente do parlamento europeu, Martin Schulz, manifestou-se esta terça-feira otimista acerca das negociações entre o novo governo grego e as instituições europeias, afirmando que a zona euro «tudo fará para manter a Grécia» na moeda única.

«Queremos manter a Grécia dentro da zona euro. Ainda estou otimista que nos próximos dias encontraremos uma solução», disse Schulz numa conferência de imprensa em Pequim

O novo primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, vai encontrar-se na sexta-feira em Bruxelas com Martin Schulz, que iniciou no domingo uma visita de quatro dias à China, e com o presidente da Comissão Europeia, Jean Claude Juncker.
«Estou otimista que encontraremos uma solução para melhorar a situação, mas precisamos de tempo para encontrar os necessários passos seguintes», disse Schulz, que iniciou no domingo uma visita de quatro dias à China.

Em fevereiro passado, o Eurogrupo chegou a um acordo sobre o prolongamento da assistência financeira à Grécia por quatro meses, mas em contrapartida, as autoridades gregas comprometeram-se a conduzir uma série de reformas, em linha com as condições previstas no atual programa.

Martin Schulz iniciou no domingo uma visita de quatro dias à China, a convite do presidente da Assembleia Nacional Popular chinesa, Zhang Dejiang.