O «Plano Juncker» de investimento estratégico recebeu, esta segunda-feira a primeira luz verde em sede de Parlamento Europeu, com a aprovação nas comissões dos Orçamentos e dos Assuntos Económicos e Monetários.

Os eurodeputados que integram ambas as comissões aprovaram - por 69 votos, 13 contra e seis abstenções - um relatório dos eurodeputados José Manuel Fernandes (PSD, pela dos Orçamentos) e Udo Bullman (socialista alemão, pelos Assuntos Económicos e Financeiros) o projeto do presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, de lançar um Fundo Europeu para Investimentos Estratégicos (FEIE).

Os deputados aprovaram o relatório, mas contestaram que o fundo de garantia do FEIE seja financiado através do recurso a dotações do Horizonte 2020 e do Mecanismo Interligar a Europa.