Ainda é possível que a Grécia e os credores cheguem a acordo esta semana, considerou esta segunda-feira o comissário europeu Gunter Oettinger, em entrevista ao jornal alemão Die Welt.

Recorde-se que Atenas tem de fazer o próximo reembolso ao FMI, de 350 milhões de euros, até sexta-feira. Mas esta é apenas uma das tranches que Atenas precisa de pagar aos credores. No total, são 1,6 mil milhões de euros que a Grécia terá de arranjar para reembolsar os credores, dívida que vende no próximo mês.

“Precisamos de obter progressos no grupo de trabalho, para que possamos acordar uma agenda de reformas, talvez ainda no final desta semana, que possa desencadear o pagamento da última tranche de ajuda do atual programa de resgate”, defendeu o responsável.

A bloquear as negociações continuam questões como o mercado laboral e o sistema de pensões.

Esta segunda-feira a chanceler Angela Merkel, o presidente francês Francois Hollande e o presidente da comissão, Jean-Claude Juncker estiveram reunidos, mas nem uma palavra relativamente aos avanços, ou à falta deles.