O líder dos centristas pró-europeus do To Potami apelou à criação de um governo de união nacional, segundo o jornal grego Efimerida Ton Sintakton.

O ministro francês das Finanças, Michel Sapin, também falou em “decisões importantes” a ser tomadas no parlamento grego na próxima semana. E o presidente do Rurogrupo sublinha que há a grande questão da confiança.

Na sequência da vitória do ‘Não’ no referendo, o primeiro-ministro grego esteve reunido com seis partidos da oposição. E chegou a acordo com cinco dos partidos para um apoio da coligação nas negociações, materializado num documento onde ficaram expressas as linhas mais concretas desse acordo.