O Ministério das Finanças grego desmentiu esta quarta-feira que o país se esteja a preparar para emitir uma segunda moeda para pagar salários e pensões no final do mês.

A informação tinha sido avançada pelo jornal grego, Kathimerini, que citou fontes não identificadas. Um cenário que será real, segundo o periódico, caso Atenas não chegue a acordo com os credores.

“Esta notícia tem qualquer fundamento. Este tipo de notícias dirigem-se contra o país e são perigosas numa altura em que as negociações com os credores estão num ponto crucial”, adianta o Ministério em comunicado.