A lista de reformas que Atenas se comprometeu a enviar a Bruxelas será enviada esta terça-feira de manhã, segundo fonte do governo citada pela Reuters.

Na reunião do Eurogrupo da última sexta-feira ficou estabelecido que a Grécia teria de enviar a lista de reformas que quer empreender até esta segunda-feira, para ser analisada, condição essencial para a provação da extensão do programa por mais quatro meses.

No rescaldo da reunião, o  ministro grego das Finanças, Yanis Varoufakis, mostrou -se satisfeito com o acordo alcançado e disse que  este «é o primeiro passo» para acabar com o memorando

A fonte adiantou que o Eurogrupo concordou com este adiamento, mas não explicou o porquê deste deslizar de prazo.

«A lista de reformas será enviada terça-feira de manhã aos ministros das Finanças do Eurogrupo e à tarde terá lugar uma teleconferência», sublinhou.

A lista de reformas que Atenas vai enviar a Bruxelas irá incluir medidas para combater a corrupção e a evasão fiscal, medidas para reformar o setor público e também para reduzir a burocracia.

A imprensa grega adianta que afinal, a carta a enviar terá seis páginas, ao invés de três.

Yannis Varoufakis, em entrevista à CNN, afirma que a carta foi enviada esta segunda-feira e que foram os ministros das Finanças da zona euro que pediram o adiamento.