A diretora-geral do FMI, Christine Lagarde, avisou esta terça-feira que não vai permitir que a Grécia falhe o pagamento de uma prestação do empréstimo, fechando assim a porta a uma eventual margem de manobra para o Governo grego.

“Nunca tivemos uma economia desenvolvida a pedir uma coisa desse tipo, uma falha do pagamento” das prestações do empréstimo, afirmou Christine Lagarde numa entrevista divulgada pela agência financeira Bloomberg. “Espero que esse não seja o caso da Grécia. Não teria o meu apoio”, sublinhou.

No início de maio, Atenas disse aos credores que poderia ficar sem dinheiro e falhar o reembolso de parte do empréstimo do Fundo Monetário Internacional (FMI), segundo fontes ligadas ao processo citadas pela Bloomberg.