A Grécia pode mergulhar no “caos” se não se chegar a um acordo em breve, afirmou esta quarta-feira o governador do Banco de França, Christian Noyer.

“A economia grega está à beira da catástrofe. Um acordo tem absolutamente de ser encontrado no domingo, porque será demasiado tarde depois disso, e as consequências serão graves”, disse a uma rádio francesa, acrescentando que “pode haver motins e caos no país”.

Atenas comprometeu-se a apresentar até quinta-feira propostas concretas de reformas que está disposta a executar em troca do novo pacote financeiro. Essas medidas serão avaliadas pela Comissão Europeia, Banco Central Europeu e Fundo Monetário Internacional para ver da sua credibilidade.