A inspeção obrigatória em motos vai arrancar em outubro e deverá custar 12,5 euros mais IVA.

O que está previsto é que a inspeção seja obrigatória para aquelas motas que têm uma cilindrada superior a 250 centimetros cúbicos, mas a associação de centros de inspeção quer que todos os motociclos, incluindo aqueles de 50 cm3 ou as 125 cm3, também entrem na lista.

A associação revela que está em conversações com o Governo para estender as inspeções a todos os veículos de duas e três rodas, tratores e máquinas industriais, segundo o Jornal de Notícias.

Fonte do ministério do Planeamento e das Infraestruturas também admite que a extensão das inspeções às cilindradas mais baixas está a ser estudada.