Há mais empresas a fechar e menos a abrir. O número de falências está a crescer ao ritmo de 20 por dia.

É sobretudo em Lisboa, Porto e Setúbal que são mais declaradas empresas insolventes.

Até agosto, o número de insolvências chegou a cinco mil, mais 800 do que em igual período do ano passado.

Já a criação de negócios caiu 3,5%, segundo dados do Observatório de Negócios da Ignios, citados pelo Diário de Notícias.

A contrariar a tendência geral negativa, no ramo da restauração e alojamento foram criadas mais de três mil novas empresas.