De dezembro de 2012 a fevereiro deste ano o número de farmácias em situação de insolvência passou de 61 para 130, e os casos de penhora subiram de 180 para 281, escreve o Diário de Notícias.

De acordo com o Infarmed, no ano passado houve 27 farmácias que encerraram, mas muitas já reabriram. Cinco das farmácias que suspenderem a atividade justificaram o pedido com insolvência, uma por falta de fornecimento de remédios por motivos económicos e três por sanção no Infarmed.

A autoridade vai lançar em breve novos concursos para abertura de mais 14 farmácias e 8 espaços farmacêuticos para colmatar as necessidades.