A perfuração de uma das galerias do Túnel do Marão fica concluída na quinta-feira com a detonação final que vai unir as duas frente de obra, anunciou esta quarta-feira a Infraestruturas de Portugal (IP).

Fonte da IP referiu que esta detonação está marcada para as 12:00, referindo tratar-se de um marco nesta obra já que vai permitir a junção das duas bocas da galeria sul deste túnel, de cerca de seis quilómetros e que está inserido na Autoestrada do Marão.

Em paralelo estão a ser construídos dois túneis, em quatro frentes de obra. A partir de quinta-feira já se poderá percorrer um destes túneis em toda a sua extensão.

Esta via vai ligar a A4 (Porto/ Amarante) à Autoestrada Transmontana (Vila Real/ Bragança) a partir do primeiro trimestre de 2016.

Após ter resgatado a concessão da Autoestrada do Marão, depois da paragem das obras em junho de 2011, o Estado dividiu os trabalhos em três empreitadas, nomeadamente a do túnel e os acessos poente e nascente.

A proposta de portagem para os 26 quilómetros da Autoestrada do Marão situa-se entre o 1,85 e 2,25 euros.

Desde o início da empreitada, no verão de 2009, as obras foram suspensas três vezes, sendo que, da primeira vez, o foram apenas na escavação do túnel e por causa de duas providências cautelares interpostas pela empresa Água do Marão.

Depois, a construção em toda a extensão da autoestrada parou a 27 de junho de 2011 e, dois anos depois, a obra foi resgatada pelo Estado.