Os preços na União Europeia e zona euro continuam a registar uma evolução negativa, apesar de menos acentuada.

A inflação anual subiu para -0,1% na zona euro, e nos 28, em maio deste ano. De acordo com os dados do Eurostat, no mês de abril os preços tinham subido para -0,2%, e em maio de 2015 tinham ficado nos 0,3%

Já na União Europeia, e segundo o gabinete de estatística europeu, a inflação anual tinha ficado nos -0,2% em abril e no homólogo era de 0,3%.

Em Portugal a evolução dos preços situou-se nos 0,4% no mês em análise, acima da média.

Em maio a inflação negativa foi observada em 16 dos Estados-Membros. Na Roménia (-3%), Bulgária (2,5%) e Chipre (-1,9%) verificaram-se as percentagens mais baixas na evolução dos preços.

As subidas mais acentuadas aconteceram na Bélgica (1,6%), Malta (1%) e Suécia (0,8%). Com Portugal também destacado.

Ainda segundo o Eurostat, o maior impacto na evolução anual dos preços na zona euro deriva dos setores: restaurantes e cafés (+0,12 pontos percetuais); rendas e tabaco (ambos com +0,07 pontos percentuais). Com o gasóleo industrial (-0,53 pontos percentuais), o óleo para a alimentação e (-0,20 pontos percentuais) e o gás (-0,13 pontos percentuais) a puxarem a evolução dos preços para baixo.