A taxa de inflação anual fixou-se, em junho, nos 2% na zona euro e na União Europeia (UE), segundo dados hoje divulgados pelo Eurostat.

Na zona euro, a taxa de inflação anual avançou quer face a maio (1,9%), quer na comparação com junho de 2017 (1,3%).

Já na UE, a inflação manteve-se na variação mensal, mas aumentou na comparação homóloga (1,5%).

Segundo o gabinete de estatísticas da UE, as menores taxas de inflação anuais foram registadas na Irlanda (0,7%), na Grécia (1,0%) e na Dinamarca (1,1%).

Os maiores aumentos de preços observaram-se, em junho, na Roménia (4,7%), na Estónia (3,9%) e na Hungria (3,2%).

Face a maio, a inflação anual recuou em três Estados-membros, manteve-se estável em dois e aumentou nos outros 22.

Em Portugal, a taxa de inflação subiu para os 2% em junho, quer face a maio (1,4%), quer ao mesmo mês de 2017 (1%).