O volume de negócios da indústria atenuou a queda e recuou 0,6% em fevereiro, graças à recuperação do mercado interno, que passou de -2,2% em janeiro para 0,7% este mês, revela hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Segundo os números do INE, o volume de negócios na Indústria, que tinha caído 2,1% em janeiro, «foi determinado pelo índice relativo ao mercado nacional», apesar da queda das vendas externas que passaram de -2% em janeiro para -2,1% em fevereiro.

Em termos mensais, o índice de vendas da indústria caiu 2,4%.

No mercado nacional as vendas diminuíram 4% em fevereiro, uma queda menos intensa em 2,7 pontos percentuais à observada em igual período de 2013, enquanto as vendas com destino ao mercado externo recuaram 0,4% (-0,3% em igual mês do ano anterior).

O emprego na indústria diminuiu 0,8% em fevereiro em termos homólogos (face a uma redução de 1,2% no mês anterior) e as remunerações fixaram-se em 0,2% (1,7% em janeiro). Já as horas trabalhadas passaram de uma diminuição homóloga de 2,2% em janeiro para um aumento homólogo de 1,5% em fevereiro.

Quanto à variação mensal, o índice de emprego na indústria subiu 0,2% em fevereiro e as remunerações aumentaram 2,8% face a janeiro de 2014. O índice de horas trabalhadas diminuiu 2,2%.