A taxa de desemprego manteve-se em 12,4% em novembro, segundo dados provisórios do Instituto Nacional de Estatística.

A estimativa provisória da população desempregada é de 636,9 mil pessoas, o que representa um acréscimo de 0,5% face ao valor definitivo obtido para outubro de 2015 (mais três mil pessoas).

A estimativa provisória da população empregada é de 4 486,7 mil pessoas, mantendo-se praticamente inalterada em relação ao mês anterior.

Neste mês, a taxa de desemprego das mulheres (12,7%) excedeu a dos homens (12,2%) em 0,5 pontos percentuais. Face ao mês anterior, ambas aumentaram 0,1 pontos percentuais. A taxa de desemprego dos jovens situou-se em 33,4%, tendo aumentado 1,0 pontos percentuais em relação ao mês anterior. A taxa de desemprego dos adultos situou-se em 10,8%.

A taxa de emprego, em novembro, situou-se em 57,4%, tendo-se mantido inalterada em relação ao mês anterior. A taxa de emprego dos homens (61,4%) excedeu a das mulheres (53,8%) em 7,6 pontos percentuais. A primeira aumentou 0,2 pontos percentuais face ao mês anterior, enquanto a segunda diminuiu 0,2 pontos percentuais.

A população empregada aumentou para os homens (0,4%; 9,0 mil) e os adultos - 25 a 74 anos - (0,1%; 2,6 mil), tendo diminuído para as mulheres (0,4%; 8,4 mil) e para os jovens - 15 a 24 anos - (0,8%; 1,9 mil).