Os preços na produção industrial caíram em outubro, pelo terceiro mês consecutivo, registando o Instituto Nacional de Estatística (INE) uma quebra homóloga de 1,6% no índice, 0,1 pontos percentuais acima da descida de setembro.

O grande responsável pela descida do índice foi o agrupamento energia, que caiu 4,1% em outubro, quando no mês anterior tinha registado uma descida de 3,7%, apresentando o contributo mais expressivo para a variação homóloga do índice total (-1,2 pontos percentuais).

O índice de preços das indústrias transformadoras teve uma quebra homóloga de 2,7%, inferior em 0,2 pontos percentuais à taxa de setembro, refere ainda o INE.

Em termos mensais, a variação do índice de preços na produção industrial em outubro foi negativa em 0,6%, acima da quebra mensal de 0,5% do mesmo mês de 2012.

Na secção das Indústrias Transformadoras os preços caíram 2,7% face a outubro de 2012, acima da variação homóloga negativa (2,5%) de Setembro, enquanto em termos mensais se fixou em -0,6% (-0,4% em igual mês do ano anterior).