A produção industrial caiu 1,3% em setembro em relação ao mês homólogo de 2013, penalizada sobretudo pelo agrupamento de bens de consumo, de acordo com o Instituto Nacional de Estatística.

 

O índice de produção industrial fixou-se, em setembro, em 93,3, o que corresponde a uma variação homóloga de -1,3%, 3,3 pontos percentuais inferior à taxa registada em agosto (2%), revelou o gabinete de estatísticas.

 

Segundo o índice mensal do INE, o agrupamento de bens de consumo foi determinante para a evolução negativa do índice agregado, ao registar uma queda homóloga de 6,5%, da qual resultou um contributo de -2,1 pontos percentuais.

 

Também os bens intermédios tiveram uma variação homóloga negativa. Em contrapartida, os bens de investimento e a energia deram um contributo positivo, com uma variação homólogo de 7,1% e 1,5%, respetivamente.

 

Já em relação ao mês de agosto, o índice de produção industrial registou uma variação negativa em 2,6%.