O volume de negócios do setor do comércio estabilizou em 2013, mas o número de empresas e de pessoal ao serviço diminuiu, segundo dados divulgados esta sexta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística.

No ano passado, existiam no setor 232.760 empresas, menos 1,7% do que em 2012, que empregavam 733 mil trabalhadores (menos 2,8%) e geraram um volume de negócios de 119,6 mil milhões de euros, valor equiparado ao de 2013, segundo o INE.

O INE revela ainda que o valor total da margem comercial obtida pelas empresas de comércio foi de 20,2 mil milhões de euros, menos 0,8% do que em 2012, correspondendo a cerca de 87 mil euros por empresa (mais 0,9% face ao ano anterior).

Em termos de produtos vendidos, a venda de automóveis representou 55% do volume de negócios das empresas do setor, que aumentou 3 pontos percentuais face a 2012, destacando-se ainda os combustíveis, materiais de construção, produtos químicos e produtos intermédios, produtos alimentares, bebidas e tabaco e os bens de consumo doméstico.