O índice de novas encomendas na indústria diminuiu 1,9% em julho, registando uma variação homóloga mais negativa que a de 0,2% registada em junho, divulgou esta terça-feira o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Segundo o INE, «este resultado foi principalmente determinado pelo comportamento do índice relativo ao mercado externo, que apresentou uma variação homóloga negativa de 3,0% em julho», e que tinha sido de -1,4% em junho.

O índice de encomendas provenientes do mercado nacional passou de um aumento homólogo de 1,5% em junho para uma diminuição homóloga de 0,3% em julho, referiu ainda o INE.