O indicador de clima económico  aumentou em fevereiro, isto depois de ter estado seis meses, desde setembro, a descer, segundo a Síntese Económica de Conjuntura do Instituto Nacional de Estatística.

Resultado do inquérito de conjuntura, representando as opiniões dos empresários de diferentes sectores de actividade, desde a Indústria, à Construção, passando pelo Comércio e Serviços, o indicador de clima económico interrompeu assim no mês passado a trajetória de descida que se verificava desde há meio ano.

Ou seja, "aumentou ligeiramente” para os 0,7 pontos, o que compara co mos 0,6 pontos de janeiro.

Já quanto à atividade económica, os dados hoje conhecidos são relativos ainda a janeiro e revelam uma diminuição. O indicador desacelerou em dezembro e janeiro, passando de 2,6 pontos para 2,3 pontos.