O índice de custos de construção de habitação nova estabilizou em junho, ao registar uma variação homóloga de 1,2%, idêntica à de maio, divulgou esta quinta-feira o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Quanto ao índice de preços de manutenção e reparação regular da habitação no Continente, apresentou em junho uma taxa de variação homóloga de 0,3%, que compara com os 1,2% de maio.

No âmbito do índice de custos de construção de habitação nova, o índice da componente mão-de-obra manteve no período o crescimento homólogo de maio (1,8%), enquanto o índice da componente materiais registou uma taxa de variação homóloga de 0,6%, contra os 0,4% do mês anterior).

A variação homóloga do índice relativo a apartamentos fixou-se em 1,1% em junho, taxa idêntica à observada em maio, enquanto a variação homóloga do índice relativo a moradias passou de 1,3% em maio para 1,4% em junho.

No que respeita ao índice de preços de manutenção e reparação regular da habitação, registou no índice da componente produtos uma taxa de variação homóloga negativa em 0,6%, o que corresponde a um decréscimo de 1,0 pontos percentuais face a maio.

Já a taxa de variação homóloga do índice da componente serviços diminuiu 0,8 pontos percentuais, para 0,5% em junho.

Numa análise por regiões do Continente, o INE aponta, em junho face a maio, decréscimos nas taxas de variação homóloga do índice de preços de manutenção e reparação regular da habitação em todas as regiões.