O setor industrial dos Estados Unidos cresceu em agosto pelo terceiro mês consecutivo, atingindo o nível mais alto dos últimos dois anos, de acordo com o Instituto de Gestão de Abastecimentos (ISM) dos EUA.

O índice, que mede a atividade industrial, aumentou desde os 55,4 pontos de julho para os 55,7 do passado mês, situando-se acima dos 54 pontos que tinham prognosticado os analistas e atingindo o nível máximo desde junho de 2011, segundo a agência espanhola EFE.

O crescimento no setor industrial norte-americano foi causado pelo incremento nos novos pedidos, pois o subíndice que mede a evolução aumentou desde 58,3 para 63,2 pontos no passado mês de agosto.

Desta forma, o indicador acumula três meses de expansão e mantém-se sobre a barreira dos 50 pontos que divide o crescimento da contração.

Os empresários questionados pelo ISM para a elaboração deste indicador apontaram para um crescimento na procura, e garantiram que as condições empresariais «melhoram» ou «recuam» dependendo do setor.