O Provedor de Justiça alertou na terça-feira o Governo para o funcionamento «deficiente» do portal das Finanças.

Em causa estão queixas dos contribuintes relativamente à submissão de declarações, consulta e impressão de documentos relativas ao site, principalmente entre abril e maio.

Note-se que este é já o segundo alerta que o Provedor de Justiça envia ao secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, em menos de dois anos.

O provedor pede agora ao Governo que resolva os problemas de funcionamento do portal das Finanças e do sistema informático da Autoridade Tributária e Aduaneira.