Comprar um carro poderá ficar bastante mais caro a partir de setembro. A culpa é do imposto por causa da emissão de gases poluentes.

De acordo com as contas feitas pelo Jornal de Notícias, há carros que podem vir a custar mais 3 mil euros.

A subida do preço será consequência do novo método de homologação das viaturas, que fornece dados de consumo de combustível e de emissões de dióxido de carbono mais realistas. Ou seja, o aumento das emissões traz um agravamento no montante do imposto a pagar, que se reflete no preço final do veículo.

Hoje em dia, os modelos novos já são homologados segundo este método. A diferença é que a partir de setembro, este teste para contabilizar as emissões de dióxido de carbono vai ser aplicado também aos modelos mais antigos.

As marcas estão preocupadas com este aumento do preço dos automóveis novos e pedem um ajustamento fiscal à nova realidade. o jornal de notícias tentou saber junto do ministério das finanças se esta possibilidade está em aberto, mas o executivo de centeno limitou-se que está a acompanhar a situação.