Há novas contas a fazer no imposto sobre veículos (ISV) e no imposto único de circulação (IUC) a partir de janeiro, pelo que está expresso no articulado da proposta de Orçamento do Estado para 2017 a que a TVI24 teve acesso. Ambos os impostos vão aumentar.

No caso do IUC, mais conhecido por selo do carro, deve ter atenção se comprar um automóvel novo, a gasóleo, a partir de janeiro. Nesse caso, vai contar com taxas adicionais:

  • se o veículo emitir entre 180 e 250 gramas de dióxido de carbono por quilómetro, paga 38,08 euros
  • se as emissões forem acima desse valor, paga 65,24 euros

No caso do ISV, os carros até mil de cilindrada passam a pagar 98 cêntimos por cêntimetro cúbico, ou seja, mais 3 cêntimos do que agora. Entre 1001 e 1250 de cilindrada a subida também é de três cêntimos, para 1,06 euros. Por fim, para os veículos com mais de 1250 de cilindrada, a subida é de 16 cêntimos.

Veja as tabelas para perceber qual é o seu caso.

IUC - Imposto Único de Circulação

Aos veículos a gasóleo matriculados em território nacional, após 1 de janeiro de 2017, aplicam-se as seguintes taxas adicionais:

ISV - Imposto sobre Veículos