Há já 238 contribuintes que integram a lista de devedores Autoridade Tributária Aduaneira com dívidas de valor superior a um milhão de euros. O universo total de pessoas e empresas com imposto em falta é, porém, muito superior e ultrapassa atualmente os 30.500 casos, avança o «Diário de Notícias».

Entre os que ostentam dívidas fiscais acima de um milhão de euros estão 149 contribuintes singulares, incluindo sócios e gerentes de empresas. A estes, junta-se um grupo de 78 empresas que respondem por dívidas entre 1 e 5 milhões de euros e 11 sociedades que devem mais de cinco milhões de euros.

Não há dados sobre o montante global da dívida destes 238 grandes devedores, mas se cada um estiver em falta com um montante próximo do patamar mínimo considerado, a regularização destas situações faria entrar nos cofres do Estado cerca de 282 milhões de euros - um valor idêntico ao que o Governo pretende poupar com o aumento da idade da reforma para os 66 anos e com o agravamento do fator de sustentabilidade.

O escalão de dívidas com mais nomes na lista oscila entre os 7.500 e os 25 mil euros: mais de 11.500 pessoas. Do lado das empresas é também no patamar de dívida mais baixo (entre 10 mil a 50 mil euros), que se juntam mais casos: cerca de 5.700.