A Rússia decidiu alargar o embargo de produtos à Albânia, Montenegro, Islândia, Liechtenstein e Ucrânia. No caso dos produtos ucranianos, o embargo só entra em vigor caso se efetive a associação com a União Europeia.
 
Isto porque em julho a UE decidiu prolongar as sanções económicas contra a Rússia e foi apoiada por mais seis países: Montenegro, Albânia, Islândia, Liechtenstein, Noruega e Ucrânia.
 
O embargo russo já inclui a UE, Austrália, Canadá, Noruega e Estados Unidos e proíbe a importação de alguns produtos agrícolas. Carne, leite e vegetais constam da lista.